Pharrell Williams Brasil

Porque Pharrell Williams Ganhou o Prêmio de Ícone Fashion do CFDA 2015

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Por-Que-Pharrell-Williams-Ganhou -Prêmio-Ícone-Fashion-CFDA-2015-1

Algumas noites atrás, Pharrell Williams apareceu para aceitar o Prêmio de Ícone Fashion do CFDA, e não estava usando um smoking, nem mesmo em sua marca registrada de terno com bermuda, apenas em jeans, uma jaqueta de couro com uma declaração, um boné de jornaleiro e um cinto da Chanel. Foi uma escolha apropriada para um homem que sempre foi na direção contrária de todo o resto, mesmo muito antes dele transformar a “i am OTHER” em uma marca reconhecida globalmente e em um movimento cultural. “Diferente é o recurso final”, disse ele em seu discurso de aceitação, que incluiu alguns insights sobre sua ampla gama de inspirações, de Tom Ford e Alber Elbaz à Comme des Garçons e Terry Richardson. Pharrell também mostrou que a humildade nunca sai de moda, afirmando simplesmente “Eu não sou um ícone de estilo. Eu só estou inspirado. Eu sou outro, e eu estou bem com isso.” Aqui estão apenas algumas das razões que Pharrell é merecedor do título de “Ícone da Moda.”:

Por-Que-Pharrell-Williams-Ganhou -Prêmio-Ícone-Fashion-CFDA-2015-2

Ele Não Tem Medo de Arriscar
Pharrell sempre foi um dos mais conhecidos por empurrar os limites do mundo da moda. Muito antes de Kanye ou A$AP Rocky citar designers em suas letras, ele foi um dos primeiros famosos a saltar em cima de um estilo que mistura alto-baixo, como quando ele usou um par de jeans e um casaco de pele para o Met Gala em 2004. Ao longo dos anos ele tem sido conhecido por correr riscos com seu estilo, às vezes por usar neon e uma uma bolsa roxa de crocodilo da Hermes Birkin, ou os sapatos Louboutins e lápis de olho. Mesmo quando ele erra (raras vezes) – como quando ele usou aquela bota Nike Snowboarding x Arbito Zoom Force 1 no tapete vermelho – os experimentos de Pharrell quase sempre valem a pena, com um pouco da sua assinatura que são as decorrentes escolhas inesperadas, incluindo vestir camo sobre camo, denim sobre denim, e bermudas com seus paletós.

Ele Sabe Como Usar Acessórios
Pharrell usou o seu agora famoso chapéu Buffalo de Vivienne Westwood em todos os lugares a maior parte do ano passado, combinando-o com tudo, desde ternos e blazers até jeans e jaquetas da adidas. É o chapéu que gerou um milhão de memes e até mesmo uma conta no Twitter, e enquanto é definitivamente sua mais peça de cabeça mais famosa, Pharrell tem uma predisposição para chapéus de longa data que é um fator importante em seu estilo pessoal. Desde o início dos anos 2000 com o onipresente Trucker Hat, a bonés de baseball da New Era, fedoras, chapéu de jornaleiro e além – você não pode negar que Pharrell conhece o poder de um acessório de cabeça adequado.

Ele é o Rei das Colaborações
Pharrell-Williams-Colette-Semana-Outubro2014 foi um ano ocupado para Pharrell no quesito colaboração. Ele juntou forças com uma grande variedade de empresas para coleções especiais e lançamentos de produtos. Vestuário e calçados com a Uniqlo e adidas; uma fragrância com a Comme des Garçons; uma linha de bolsas de luxo de inspirada em locomotivas com a Moynat; e um conjunto de edição limitada de macarons Ladurée com Colette e são apenas algumas algumas das aventuras recentes que Pharrell carimbou. No entanto, este não é um fenômeno novo para Williams: dos sneakers que ele projetou pra Bape com amortecedor de gel à uma linha de jóias para Louis Vuitton, Pharrell sempre soube o poder de colaborações quando se trata de flexionar sua criatividade e expandir seu alcance para novas e inesperadas audiências.

Ele faz tudo da sua maneira

Pharrell é conhecido por escolher e adicionar enfeites em suas roupas, especialmente quando se trata de calçados. De Doc Martens a Adidas Superstars, seus sneakers personalizados contém sempre desenhos feitos à mão, logo da Chanel, pérolas ou cristais Swarovski. Durante seu discurso de aceitação na CFDA, Pharrell revelou que sua propensão para DIY (Do It Yourself – Faça Você mesmo) ocorre desde de sua juventude. Mesmo amando os Jordans, ele explica que Vans e Chuck Taylors eram mais acessíveis, e mais importante, eles eram a tela perfeita,” dizendo que DIY “(me) fez passar pelo ensino médio.”

Fonte: Hypebeast

      

Sobre o autor Veja todos os posts

rafael

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado