Pharrell Williams Brasil

CategoriaEntrevista

Pharrell Sobre “Lemonade”: “É O Que O Mundo Precisa Nesse Momento”

Pharrell-Williams-Beyonce-Chanel-Coleção-Métiers -d’Art

Como um dos mentores do The Voice, Pharrell Williams está sempre à procura de novos talentos quentes. Mas, em uma das gravações do concurso de canto da NBC, ele não poderia deixar de elogiar um dos maiores títulos da música desse ano: O novo álbum de Beyoncé, Lemonade. “Ela é uma artista e ela está se expressando e eu acho que é uma linda peça de trabalho”, disse Williams. “Acho que o tema, o tema principal do perdão é apenas uma bela mensagem e que precisamos no mundo agora. Nos precisamos disto.”

O dramático álbum, que estreou ao lado de um curta-metragem na HBO, apresenta intensos temas de raça, feminismo, adultério e auto-descoberta. Para Williams, a bravura de Beyonce em explorar temas profundamente pessoais é o que torna o álbum como um todo tão convincente. “Eu acho que o que ela fez é raro para a mídia mainstream, que é tomoar uma abordagem cantor e compositor em suas letras”, explicou. “Não tem enrolação, não tem massagem…

É a coisa real e isso é incrível. Uma das coisas mais decepcionantes é quando você compra um saco de batatas fritas e quando você abre o saco vê que tá cheio até o meio. Ela nos deu um completo, parcela real e sem enrolação. Não houve migalhas e foi bom até a última gota.” Um lendário produtor em seu próprio direito, Williams não se envolveu na produção de Lemonade, mas aprecia a realização, tanto a nível pessoal e técnico. “É uma excursão emocional musical muito boa, eu acho que ela fez um trabalho maravilhoso. É ‘limonada’, portanto, teve um pouco de amargo, mas tinha uma grande quantidade de açúcar. É tão doce.”

Fonte: TheNeptunes.Org

Ray J Se Arrepende de Não Ter Ouvido Conselho de Pharrell

Ray-J-Brandy-Pharrell-Williams-Brasil

Ray J foi entrevistado por Nessa na rádio Hot 97 e foi questionado se tinha algo que ele se arrependia. “Eu tinha essa música ‘Wait A Minute’ com a Lil’ Kim e tinha essa outra ‘Out The Ghetto’ que eu deveria usar em seguida e Pharrell acreditava que essa me levaria para onde eu precisava espiritualmente como artista e homem”, disse Ray J. “Mas o antigo Ray J pensou ‘não, vou usar essa canção ‘Formal Invite’.” Olha só a seguir na marca de 16:00

Ray J – “Wait A Minute” (Produzido por The Neptunes)

Ray J – “Formal Invite” (Produzido por The Neptunes)

Ray J – “Out The Ghetto” (Produzido por The Neptunes)

Guitarrista de Pharrell, Brent Paschke Fala Como É Trabalhar com o The Neptunes e N*E*R*D

guitarrista-de-pharrell-brent-paschke-fala-como-e-trabalhar-com-o-the-neptunes-e-nerd

Stephen Penny, fã de Pharrell e amigo do administrador do The Neptunes.Org fez uma entrevista com o guitarista do SpyMob/N*E*R*D/Neptunes, Brent Paschke, em que conversaram sobre a carreira de Brent, como “In Search Of…” mudou sua vida, suas experiências e planos, e muita coisa sobre Pharrell e Chad Hugo. Dá uma olhada:

00:01 – Intro
04:30 – Como começou na música
05:45 – Spymob
06:50 – “In Search Of…”
08:20 – The Neptunes e como foi apresentado a Pharrell e Chad
10:20 – A diferença entre trabalhar em produções do N*E*R*D, The Neptunes e Pharrell
12:50 – O processo de trabalho de Pharrell
18:40 – Adaptar-se a novos estilos e melhorar suas habilidades
20:45 – Anos ocupados – manter-se motivado e o processo de turnê
25:00 – Equipamentos e instrumentos essenciais
27:30 – Qual é a parte favorita e menos favorita do processo de gravação e de estar no estúdio
29:30 – Música que está ouvindo no momento e com quem está trabalhando
32:00 – In Search Of… (de novo), o gênio Pharrell, e os dias de N*E*R*D
37:00 – Chad precisa de um chapéu
38:00 – Perguntas do theneptunes.org e fãs
38:30 – Momento de turnê favorito e memórias
40:20 – O sucesso de “Happy”
47:00 – Reunião do Spymob?
48:55 – Pharrell, educação musical e mais shows/festivais

guitarrista-de-pharrell-brent-paschke-fala-como-e-trabalhar-com-o-the-neptunes-e-nerd-chad-hugo-estudio

Brent e Chad Hugo

guitarrista-de-pharrell-brent-paschke-fala-como-e-trabalhar-com-o-the-neptunes-e-nerd-estudio

Brent com Pharrell

Fonte: TheNeptunes.Org

“Pharrell Me Ajudou a Superar o Medo de Palco”, Diz Hans Zimmer

PHARRELLL-Williams-Happy-Grammy-Apresentação-Hans-Zimmer

Ele é compositor de cinema requisitado de Hollywood, mas a melhor noite da vida de Hans Zimmer foi quando tocou ao vivo com um deus pop, ele diz a Katie Law. Hans Zimmer está sentindo um nervosismo. O músico de 58 anos nascido na Alemanha pode ter composto a trilha sonora para alguns – na verdade, a maioria – dos maiores filmes de Hollywood nos últimos 25 anos, ganhou inúmeros prêmios e se se viu nas vendas de bilheteria, totalizando mais de £16 bilhões de euros. Mas embarcar em uma turnê para tocar na frente de plateias ao vivo é outra questão.

“Eu tenho medo do palco; estou apavorado”, ele admite. Zimmer estará tocando com mais de 70 músicos no palco, incluindo o lendário guitarrista Johnny Marr, dos Smiths, em 37 concertos ao longo de 60 dias em toda a Europa, começando em Wembley na próxima quarta-feira. “Eu geralmente estou no meu pequeno quarto sem janelas compondo música, essa é a minha vida; a coisa sobre a gravar música de cinema é que você conserta as coisas, mas isso é diferente.”

Foi Pharrell Williams, que ajudou Zimmer a superar seus nervos quando eles tocaram juntos no Grammy Awards no ano passado. “Pharrell é como meu irmão mais novo; ele disse: ‘vamos lá, Hans, toque a guitarra no Grammy’. Ele sabe que eu fico um pouco impaciente no palco. Então ele estava se virando o tempo todo, mantendo contato visual comigo, para garantir que estava tudo bem. E você sabe, foi a melhor noite, um dos destaques da minha vida.”

Pharrell – “Happy” ao vivo no Grammy 2015

Pharrell Williams performance Happy at Grammys… por TheBestViews

Fonte: TheNeptunes.Org

Mayer Hawthorne Fala Sobre Trabalhar com Pharrell

mayer-hawthorne-fala-sobre-trabalhar-com-pharrell-1

Por mais de uma década, Mayer Hawthorne mostrou seu dom para fazer música soul celebrativa. Nativo de Ann Arbor, com sede em L. A. desde 2006, tem um currículo de peso que inclui cantor, compositor, produtor, arranjador e DJ. Seu álbum de 2013, “Where Does This Door Go”, fez com que ele riscasse alguns de seus desejos de vida: ele trabalhou com Pharrell Williams e outros produtores de primeira linha, e o álbum foi nomeado para um Grammy e bateu a trigésima posição na Billboard. Recentemente, Hawthorne mudou de gravadora indo para o selo indie Vagrant Records de Los Angeles. A mudança lhe permitiu assumir o controle total da produção em “Man About Town”, um disco que ele considera sua coleção por excelência de músicas. Em entrevista para a Freep.com, Mayer falou como é trabalhar com Pharrell e seu novo álbum.

“O último álbum,”Where Does This Door Go”, foi uma oportunidade para mim trabalhar com todos os meus produtores favoritos, como Pharrell Williams, John Hill e Greg Wells e todas essas pessoas talentosas. Essa é a vantagem de ser assinado com uma grande gravadora e ter orçamentos maiores. Mas o lado negativo era que eu não tinha total controle criativo. Esse é o dar e receber de estar em uma grande gravadora. “Man About Town” é realmente o álbum que eu queria fazer. Basicamente, quando eu estava trabalhando com todos os produtores, eu estava absorvendo todos os seus truques e técnicas e, em seguida, voltei e em “Man” fiz tudo sozinho. A melhor maneira de descrevê-lo, mesmo que isso soe estranho, neste ponto, é que ( “Man”) é o álbum mais Mayer Hawthorne até o momento!”

mayer-hawthorne-fala-sobre-trabalhar-com-pharrell-2

“Eu acho que algo que eu peguei de trabalhar com Pharrell no último álbum foi a importância de contar histórias, contando histórias da maneira mais detalhada e vívida possível. Pharrell e eu nos conectamos através das músicas de Steely Dan. Eu nunca entendi por que eu amei as canções de Steely Dan tanto até que Pharrell colocou em perspectiva. Suas letras contam uma história que se concentra em certos detalhes, e acho que isso é o que vem através do meu novo disco, a riqueza das histórias que vêm através das letras.”

Fonte: Freep

Thundercat Revela Por Que Pharrell É Seu Herói

thundercat-revela-porque-pharrell-e-seu-heroi

Stephen “Thundercat” Bruner – baixista, produtor, cantor e compositor – é um colaborador frequente de Kendrick Lamar e trabalhou com o rapper em seu elogiado álbum, “To Pimp a Butterfly”, e na maioria de seu novo projeto “Untitled Unmastered”. Em entrevista para a XXL Magazine, Thundercat fala porque Pharrell é o seu herói e qual é o seu álbum favorito do N*E*R*D.

O que você tem planejado para 2016?
Eu definitivamente estou trabalhando em um novo álbum. Eu ainda estou trabalhando com Flying Lotus e espero poder trabalhar com alguns outros artistas. Pharrell, eu realmente, realmente gostaria de ter a chance de trabalhar com ele. Ele tem sido o meu herói desde que eu era um garoto. E eu tive a chance de lhe dizer isso. Eu falei tipo, “Ei, cara, o seu álbum com o N*E*R*D …” Você não quer ser o aquele grande estereotipo… “Seu rap mudou a minha vida, cara” [risos], mas ele agiu tipo, “Ok, legal, excelente.”
Eu realmente adoraria trabalhar com Pharrell. Estou aberto a idéias diferentes e quero manter as coisas em movimento. Tudo está tipo empolgado, isso aguça diferentes sentidos para mim. Como artista, me fez sentar e pensar por um segundo. Como a pergunta que você acabou de perguntar. Estou nesse modo, esse estado mental agora. Estou interessado em ver o que vai vir para 2016. Ainda há um monte de música que está sendo criado e há muita música que eu estou envolvido que não saiu ainda. Vai ser interessante. Mas sim, definitivamente trabalhando no meu novo álbum.

Qual seu álbum favorito do N*E*R*D?
No fundo do seu ouvido você sabe a resposta para isso. É o “In Search Of…”. Mas adoro “Seeing Sounds” também. Sim, aquele com o grande gorila (vermelho) na capa. Veja desta forma, em um momento em que musicalidade estava em segundo plano, por assim dizer, aquele álbum me manteve à tona na forma criativa. Ele me manteve informado que a música ainda existe e pode ser funky e pode ser tudo o que quiser ser e está tudo bem. Foi uma coisa natural. Lembro-me de passar noites sentado ouvindo esse álbum.

Fonte: XXL

Documentário “The End Of Malice” com Pharrell Williams, Pusha T e Outros

documentario-the-end-of-malice-com-pharrell-williams-pusha-t-e-outros-revolt

Veja o documentário com a metade do Clipse, No Malice, que era conhecido como Malice. No filme, Gene Thornton conta sua história, o crescimento da dupla de rap que tinha com seu irmão Pusha T e como ele achou Deus. “The End Of Malice” (O Fim de Malice/Malícia) conta com comentários de Pharrell, Pusha T. e outros. Dá um ligue:

Fonte: TheNeptunes.Org

Pharrell Fala como “Bonita Applebum” do Tribe Called Quest o Influênciou no OTHERtone com Justin Timberlake, Tyler, The Creator e Chad Hugo

Pharrell, Justin Timberlake, Chad Hugo, Scott Vener e Tyler, The Creator estarão conversando por horas sobre música e suas carreiras no próximo OTHERtone. O programa foi gravado há alguns dias, e no vídeo a seguir Pharrell comenta sobre “Bonita Applebum”, do A Tribe Called Quest, como a música o influenciou, e sua admiração por Q-Tip.

Justin Timberlake Fala Sobre Estúdio em Virginia Onde Gravou Justified com o The Neptunes no OTHERtone

justin-timberlake-fala-sobre-estudio-em-virginia-em-que-gravou-justified-com-o-the-neptunes-othertone-pharrell-williams-chad-hugo-tyler-creator-scot-vener

O próximo OTHERtone já está sendo chamado de “épico” antes mesmo de ser lançado. Isso se deve aos convidados – Justin Timberlake, Chad Hugo e Tyler, The Creator junto com os apresentadores Pharrell e Scott Vener. Estamos ansiosos para saber o que vai sair dessa conversa, e para acalmar os ânimos dos fãs, JT lançou o vídeo abaixo falando sobre como era o estúdio em que gravou seu primeiro álbum solo “Justified” com o The Neptunes e Timbaland.

Scott Vener falou no twitter que aprendeu muito com a troca de ideias com os caras. E “achava que sabia tudo”.

O episódio vai ao ar neste domingo, 3 de abril, no Beats1 da Apple Music.